Política

Sem pressa, presidente da CMM, Caio André, diz que precisa de “cautela” para instalar a CPI do Fundeb

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, o vereador Caio André, aparentemente não está com nenhuma pressa para iniciar a CPI da SEMED/FUNDEB solicitada pelo vereador Rodrigo Guedes e pelos professores da rede municipal que ficaram sem receber o Fundeb de 2023.

“A vontade da maioria dos representantes populares deve ser analisada com cautela”, afirmou o presidente da CMM (Câmara Municipal de Manaus), vereador Caio André (Podemos), nesta segunda-feira (8).

Em 2023, o prefeito de Manaus, David Almeida, mais uma vez se preocupou mais com as festas de fim de ano do que em honrar com os pagamentos dos professores da rede municipal. Os profissionais da educação ficaram sem receber o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica, o Fundeb.

Agora, vereadores da oposição de David pedem que seja instalada uma CPI para saber com o que foram gastos as verbas federais destinadas ao Fundeb.

Apesar de dizer que compreende a preocupação dos professores, Caio André não tem movido esforços para instalar a CPI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *