Fiocruz adia entrega de vacinas da Oxford para março

AFundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) adiou para o mês de março a entrega das primeiras doses da vacina de Oxford-AstraZeneca que serão produzidas no Brasil. O adiamento do prazo ocorre em razão do atraso na entrega de insumos para a produção do imunizante, que deverão ser enviados da China. O esclarecimento foi enviado por ofício ao Ministério Público Federal (MPF).

“Estima-se que as primeiras doses da vacina sejam disponibilizadas ao Ministério da Saúde em início de março de 2021, partindo da premissa de que o produto final e o IFA apresentarão resultados de controle de qualidade satisfatórios, inclusive pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle da Qualidade em Saúde). Importa mencionar que o período de testes, relativos ao controle de qualidade, está estimado em 17 dias, contados da finalização da respectiva etapa produtiva, acrescidos de mais 2 dias de análise pelo INCQS”, diz o comunicado.

Na nota, a Fiocruz afirma ainda que não tem previsão da data de entrega de 2 milhões de doses da vacina de Oxford que serão importadas da Índia, que já começou a distribuir o imunizante para outros países, sem incluir o Brasil.

Fonte: Gazeta do Povo – Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *